Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pacotinhos de Noção

A noção devia ser como o açúcar e vir em pacotinhos, para todos tomarmos um pouco...

A noção devia ser como o açúcar e vir em pacotinhos, para todos tomarmos um pouco...

Pacotinhos de Noção

23
Ago21

Mas que cUBERōes


Pacotinhos de Noção

n8oniwr4o7541.jpg

Os visados não são apenas os motoristas TVDE e os distribuidores afectos à marca UBER, mas "cuGLOVÕes" não ficava tão bem e o serviço da UBER foi o que abriu a caixa de Pandora, e é por isso que servem de referência.

Não tenho nada contra os serviços prestados, que são até bastante valorosos e, principalmente os distribuidores, ganharam enorme relevo com a situação dos confinamentos. Por terem ganho tanto relevo parece que não há m² que não tenha um tipo numa lambreta com um cubo todo porco e nojento nas costas. E é mesmo essa uma das primeiras questões a apontar.

Pedi uma vez uma refeição com entrega por um destes serviços. Foi experiência única. Além de faltarem itens que tinha encomendado reparei também no aspecto sujo e seboso que a caixa transportadora tinha. Semanas mais tarde, passando junto ao MacDonald's de Santos de manhã, numa altura em que o estabelecimento ainda nem estava aberto, reparei que nos postes próximos haviam acorrentadas caixas da Glovo e da Uber Eats, o que me levou a perguntar a mim mesmo se aquelas caixas passaram ali a noite!? E se passaram quantos cães e gatos vadios andaram ali à volta a cheirar as caixas, que normalmente transportam comida, ou até a marcar território? E numa altura como esta, e quando fiz o pedido até estávamos numa situação bem pior, no meio do primeiro confinamento, é normal as caixas estarem tão sujas e com um aspecto tão pouco desinfectado? Esta é uma das questões. A outra é paralela aos serviços de TVDE.

Utilizei um UBER em detrimento de um táxi.

Embora tenha sido deixado numa rua ao lado da que pedi, no geral até gostei do serviço e é verdade que devo ter poupado 2 ou 3€. Aquilo em que acho que os veículos TVDE falham é no cumprimento das regras de trânsito... Quer dizer, falhar não falham porque pura e simplesmente nem tentam acertar. Desde ultrapassagens em sítios de traços contínuos, carros em 2ª e 3ª fila, pararem em cima das passadeiras para apanhar e largar passageiros. Isto já para não falar que os motoristas TVDE têm especial predilecção para andar em marcha lenta na faixa da esquerda. Se forem dois TVDE seguidos fico sempre na expectativa de ver um carro fúnebre lá na frente, para justificar a velocidade da marcha.

Mas o maior perigo são as motos.

Todas as semanas, aqui no concelho onde resido, têm havido acidentes envolvendo distribuidores da Glovo e da UBER Eats. Quase invariavelmente a situação é de uma mota que rebentou com um espelho de um carro enquanto passava no meio, ou então e mais grave, motos que se atravessaram de repente na frente de algum carro, acabando por levar um toque. O problema é que um toque numa mota pode ser fatal. Felizmente até agora não assisti a nenhum caso desses, mas apenas por uma questão de sorte. A grande chatice não é só para os tipos das motas, que no meu entender são os grandes culpados destes acidentes, mas principalmente para os condutores dos automóveis que têm participado nestes beijinhos às motas, que de tantas que são até parecem um enxame. É que se para mim o culpado é o tipo da mota, para a polícia e para grande parte da população, o grande facínora é o tipo que tem um veículo mais "forte" ou "potente". Senão reparem nestes combates e aqueles que, segundo a grande maior parte, seriam os culpados:

Mota vs. Carro - Culpado Carro

Carro vs. Bicicleta - Culpado Carro

Mota vs. Bicicleta - Culpado Mota

Mota vs. Mota - Culpado Carro

Bicicleta vs Pedestre - Culpado Pedestre

Analisando ao pormenor detectamos que o culpado é quase sempre o carro, e em vez de inocente temos sempre uma vítima, que é a bicicleta.

O trânsito já por si tem-se tornado caótico, reflexo de uma população cada vez menos educada e com muitos traços de egoísmo e arrogância, e estas motas, que agora são uma constante, para conseguirem fazer com que não sejam mal vistas por todos, ao menos que respeitem as regras básicas de trânsito. Isto também se aplica aos senhores da TVDE. Percebo perfeitamente que estejam a trabalhar e a tentar fazer o vosso ordenado, mas isso não justifica tudo. Mesmo as ambulâncias, quando vão em marcha urgente de socorro, têm regras que têm que respeitar. Eu bem sei que há pessoas que alegam estar mortas de fome, mas para saciar o ratinho que têm no estômago, valerá mesmo a pena colocarem em risco a vossa vida e a de terceiros?

Fica aqui a pergunta e termino rápido o texto porque tenho o tipo da Telepizza a tocar-me à campainha. Já vai levar nas orelhas porque atrasou-se 22 segundos. Provavelmente parou nalgum vermelho ou nalguma passadeira, para deixar passar velhas. Só por isso não leva gorjeta.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub