Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pacotinhos de Noção

A noção devia ser como o açúcar e vir em pacotinhos, para todos tomarmos um pouco...

A noção devia ser como o açúcar e vir em pacotinhos, para todos tomarmos um pouco...

Pacotinhos de Noção

05
Jun22

Vitó's Quadradinhos


Pacotinhos de Noção

20220605_015255_0000.png

Este post acontece após vistas notícias actuais, que mostram que se no melhor pano cai a nódoa, que dizer de um trapo velho, remendado, malcheiroso e que nem para limpar chão serve?

Estou a referir-me à recente notícia da detenção do marido da ex-concorrente do Big Brother, Sónia Jesus, e também do pai de outro ex-concorrente, o Edmar.

O Edmar pouco se deu por ele, assim como entrou, saiu, e até aposto que a esperança do seu pai é que também ele tenha esse mesmo fim, e é o de que mal entrou, saiu, mas ao que parece, nos estabelecimentos prisionais, as saídas não são conseguidas por chamadas feitas pelo público, para um qualquer número de valor acrescentado por isso, ou muito me engano, ou o senhor vai mesmo que continuar a ajoelhar-se no confessionário da prisão, e rezar. Já o marido da Sónia, Vítor Soares, mais conhecido como Vitó, pela mulher, pelos amigos e pelo pessoal que lhe comprava o produto, e agora também conhecido como Nº4839, no Estabelecimento Prisional de Vila Real, foi também detido, sendo que em 2017 já tinha também apanhado uma pena suspensa, portanto condenado ainda que não cumprindo, pelos mesmos motivos. Isto significa que este garboso boneco é já reincidente, e como tal, muito provavelmente, já vai manter a sua visita ao resort prisional por mais algum tempo, ou pelo menos assim o espero.

Sónia Jesus já disse nas suas redes sociais que a sua lei da vida é seguir em frente, de cabeça erguida. Penso que sim, julgo que faz muito bem porque o orgulho, esse, ninguém nos tira... Espero até que seja mesmo muito difícil de tirar, e que essa dificuldade de tirar algo, se transfira também para o "tirar o Vitó da choldra", porque o lugar de bandidagem é atrás das grades.

Que este pessoal é todo rufia já grande parte das pessoas sabia, ao assistir à maneira marginal e descompensado como discutem, mesmo que num reality show, onde estão sempre a ser filmados.

Por falar em ser filmados, gostaria de dirigir aqui uma forte crítica à produção do programa "Big Brother", que mais uma vez demonstram toda a sua incompetência.

Se não estou em erro, a Sónia em pelo menos numa das ocasiões em que participou num dos "realitys" desistiu. Aguentou apenas cerca de 1, 2 meses a ser vigiada e lá saiu, para ir ter com as suas filhotas e com o Vitó. Já o Vitó, segundo as notícias, já era vigiado há cerca de um ano, e aguentou-se que nem um valente.

Dir-me-ão "há, tá bem, mas ele não estava fechado numa casa 24 sobre 24". Agora está, meus amigos, agora está.

Estas duas detenções vêm dar razão a quem defende que de programas como o Big Brother não vem nada de bom. É que esta quadrilha começou a ser montada durante as galas do programa, quando Vitó e Amílcar Teixeira, o pai do Edmar, se conheceram. Parece como no Casablanca, em que Bogart dizia a frase icónica "Louis, eu acho que este é o começo de uma bela amizade!", mas aqui casa não há, há só da blanca. E há também haxixe, armas, veículos e dinheiro.

Agora estarão outros ex-concorrentes do programa a pensar na sorte que tiveram de não levar um balázio, após discussões que tenham tido com a Sónia. Ferramentas para o efeito já vimos haver.

A concorrente aquando da estadia no programa foi um bocadinho ambígua. Dizia passar dificuldades, mas depois dizia que o marido tinha um carro topo de gama. Todos pensar que fosse um BMW ou um Mercedes, mas pelos vistos o topo da gama devia ser comercial, e o carro seria uma Toyota Hiace. É que o Vitó precisava de um veículo que fosse bom nos transportes, afinal de contas o homem fazia constantes incursões a Espanha para ir comprar material. Ainda dizem que vida de traficante é fácil. A mim custa-me a ir ao Pingo Doce mais próximo, só porque me esqueci do leite, quando mais ir até Espanha, para fazer seja o que for.

Joana Albuquerque, outra ex-concorrente, a que é apelidada de tia de Cascais, mas que e apenas uma tontinha que fala de forma anasalada, está a ser muito criticada porque afirmou que “Afinal tinha razões para ter medo enfim. Só tenho é pena das crianças que não têm culpa nenhuma“.

Não vejo aqui nada passível de crítica. Tendo em consideração o histórico do bicho, o sangue-frio para comprar e vender drogas, e andar com armas e munições, dão todo o fundamento para que a suposta "tia" de Cascais se amedronte. É que no final das contas, algum dia, numa ou outra compra, até se pode cruzar com o Vitó.

Assim como alguns autores de textos fazem questão de no fim afirmarem que escreveram com ou sem, o acordo ortográfico, eu faço questão de mencionar todos os visados nestas minhas palavras, para que depois não digam que falo pelas costas e, convenhamos, para quem está na prisão, ter agora alguém a falar pelas costas, é um perigo.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub