Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pacotinhos de Noção

A noção devia ser como o açúcar e vir em pacotinhos, para todos tomarmos um pouco...

A noção devia ser como o açúcar e vir em pacotinhos, para todos tomarmos um pouco...

Pacotinhos de Noção

05
Fev21

Viva!!! Chegaram os alemães


Pacotinhos de Noção

 

Fiquei maravilhado em ver a pompa e circunstância feita com a chegada dos médicos alemães. Melhor que isto só quando tivemos a final da Champions, para agradecer aos que lutam diariamente contra a pandemia, que na altura eram enfermeiros e bombeiros e que agora são todos... Menos o Diogo Faro.

Não me interpretem mal, a importância de termos ajuda externa é inatacável, só peca por tardia e se mais ajuda houvesse mais deveria ser usada. Aquilo que não me parece natural é a festa toda feita à volta disto. É bom que se tenha noção de que os médicos alemães, os enfermeiros e todo o material que trazem, é necessário porque todos os dias morrem mais de 200 pessoas e porque o nosso SNS não está a conseguir fazer frente aos obstáculos que vão surgindo diáriamente. 

Só não percebo é porque raio trouxeram ventiladores! De certezinha que passaram os 20kg de bagagem permitida e sem necessidade nenhuma. Recordo-me bem que o nosso Primeiro-Ministro tinha feito grande alarido quando garantiu que tinha adquirido 500 ventiladores à China. Mas não foi só o Primeiro-Ministro. Toda a "entourage" jornalistica pró governo também tinha dado muito ênfase à magnífica compra. Já a notícia de que foi feita a anulação de grande parte dessa mesma compra, é que parece ter passado meio despercebida.

No início da pandemia pensei que era uma sorte não termos um governo populista e ditatorial como seria um do André Ventura, por exemplo, mas a verdade é que o tempo passou e aquilo que se vê é que o que temos é um "des"governo popularucho e com laivos ditatoriais.

Justifico a definição do popularucho com exemplos como o dos ventiladores já acima referido, do milagre proclamado por Marcelo que foram os números da primeira vaga, a vergonha da final da Liga dos Campeões, o choro forçado da Marta Temido no aniversário do Instituto Ricardo Jorge, as vacinas que vinham aos milhões e que agora são racionadas porque afinal vêm poucas, o afrouxamento das medidas no Natal e Passagem de Ano porque ficava bem...

Ditatorial porque de há um ano para cá os nossos governantes só ainda não nos disseram de que maneira e a que horas havemos de limpar o rabo, e qual o papel a usar. E mesmo que dissessem ia ficar tudo sujo na mesma, porque com tantas medidas e restrições que foram colocadas e depois tiradas, e depois novamente colocadas mas afinal não são colocadas assim mas assado... de nada adiantou, porque mesmo assim a coisa chegou ao ponto que chegou. Agora até querem punir severamente quem "pular" a fila para ser vacinado. Saltitões estes que nem deviam existir porque afinal de contas (mais uma vez) se tinha feito grande alarido com a divulgação de quem ia gerir a situação de forma imaculada, a TASK FORCE que afinal é apenas uma TASKA FORCE, porque alguém vacinou sem querer um médico que afinal não devia ser vacinado. Para mim foi bebedeira e miraram no braço do médico certo e acertaram no braço do médico errado.

A verdade é que tem morrido gente em todos os países e isto mostra que para os governos não passamos só de números e de votos, que amanhã morrem mais 205, "mas até não está mal porque são menos que ontem", mas há mortes que poderiam ter sido evitadas caso tivesse havido, durante ainda a primeira vaga, planeamento para prever as seguintes. E estou a falar só de doentes Covid que morreram, porque se formos contabilizar os não-Covid que morreram porque não tiveram o seguimento necessário por partes dos médicos e hospitais...

Para terminar deixo uma pequena questão:

850 milhões de euros (dinheiro injectado no Novo Banco QUE VAI FALIR) daria para montar quantos bons hospitais de campanha para doentes Covid?

Por entre abraços e sorrisos, o Toninho e a Martinha que digam quantos.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub